Hoje, mais um dia feliz e especial em nossas vidas é

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Blogs Maria Lopes se encontram entre os 48 mais votados no Mês de Setembro no Top 30 Brasil

Maria Lopes agradece por sua presença e incentivo nos blogs. 


    O Top30 é um ranking de sites nacionalmente conhecido, com mais de 110.000 sites inscritos

Maria Lopes agradece por sua presença e incentivo nos blogs. 


https://www.youtube.com/watch?v=RGNJR2hEhHU



https://www.youtube.com/watch?v=iTYMHVAdtow

Blogs Maria Lopes se encontram entre os 48 mais votados no Mês de Setembro no Top 30 Brasil

Maria Lopes agradece por sua presença e incentivo nos blogs. 


    O Top30 é um ranking de sites nacionalmente conhecido, com mais de 110.000 sites inscritos

Maria Lopes agradece por sua presença e incentivo nos blogs. 

https://www.youtube.com/watch?v=RGNJR2hEhHU

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

A primeira Miss Brasil nasceu em 19 de setembro.

Martha Rocha
Ex-modelo brasileira e a primeira Miss Brasil, nasceu em Salvador em 1936.

                                   https://br.pinterest.com/pin/362891682454257999/

http://informativokmm.blogspot.com.br/2012/08/a-eterna-miss-brasil-martha-rocha.html

Paulo Freire é o aniversariante homenageado do dia 19 de setembro.

Paulo Freire



Onde quer que haja mulheres e homens,há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender.
Paulo Freire


Paulo Freire nasceu o Recife, Pernambuco, no dia 19 de setembro de 1921. Formou-se em Direito na Faculdade de Direito do Recife. Tinha preocupação com o grande número de adultos analfabetos. Por seu empenho em ensinar os mais pobres, criou um método baseado no vocabulário de cada região. Tornou-se uma inspiração para gerações de professores, especialmente na América Latina e na África.
Suas primeiras experiências aconteceram no Rio Grande do Norte, em 1963, quando ensinou 300 adultos a ler e a escrever em 45 dias. Seu projeto educacional estava vinculado ao nacionalismo desenvolvimentista do governo João Goulart, mas sua carreira no Brasil foi interrompida pelo golpe militar de 31 de março de 1964. Acusado de subversão, ele passou 72 dias na prisão e em seguida partiu para o exílio. No Chile, trabalhou por cinco anos no Instituto Chileno para a Reforma Agrária (ICIRA). Nesse período, escreveu o seu principal livro: "Pedagogia do Oprimido" (1968).
Em 1969, lecionou na Universidade de Harvard (Estados Unidos), e na década de 1970, foi consultor do Conselho Mundial das Igrejas (CMI), em Genebra (Suíça). Nesse período, deu consultoria educacional a governos de países pobres, a maioria no continente africano, que viviam na época um processo de independência.
No final de 1971 fez sua primeira visita a Zâmbia e Tanzânia. Em seguida, passou a ter uma participação mais significativa na educação de Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe. E também influenciou as experiências de Angola e Moçambique.
Em 1980, depois de 16 anos de exílio, retornou ao Brasil, onde escreveu dois livros tidos como fundamentais em sua obra: "Pedagogia da Esperança" (1992) e "À Sombra desta Mangueira" (1995). Lecionou na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Em 1989, foi secretário de Educação no Município de São Paulo, sob a prefeitura de Luíza Erundina.
Doutor Honoris Causa por 27 universidades, Freire recebeu prêmios como: Educação para a Paz (das Nações Unidas, 1986) e Educador dos Continentes (da Organização dos Estados Americanos, 1992). Faleceu em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997.
https://pensador.uol.com.br/autor/paulo_freire/biografia/

Paulo Freire é o aniversariante homenageado do dia 19 de setembro.

Paulo Freire


Onde quer que haja mulheres e homens,há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender.
Paulo Freire


Paulo Freire nasceu o Recife, Pernambuco, no dia 19 de setembro de 1921. Formou-se em Direito na Faculdade de Direito do Recife. Tinha preocupação com o grande número de adultos analfabetos. Por seu empenho em ensinar os mais pobres, criou um método baseado no vocabulário de cada região. Tornou-se uma inspiração para gerações de professores, especialmente na América Latina e na África.
Suas primeiras experiências aconteceram no Rio Grande do Norte, em 1963, quando ensinou 300 adultos a ler e a escrever em 45 dias. Seu projeto educacional estava vinculado ao nacionalismo desenvolvimentista do governo João Goulart, mas sua carreira no Brasil foi interrompida pelo golpe militar de 31 de março de 1964. Acusado de subversão, ele passou 72 dias na prisão e em seguida partiu para o exílio. No Chile, trabalhou por cinco anos no Instituto Chileno para a Reforma Agrária (ICIRA). Nesse período, escreveu o seu principal livro: "Pedagogia do Oprimido" (1968).
Em 1969, lecionou na Universidade de Harvard (Estados Unidos), e na década de 1970, foi consultor do Conselho Mundial das Igrejas (CMI), em Genebra (Suíça). Nesse período, deu consultoria educacional a governos de países pobres, a maioria no continente africano, que viviam na época um processo de independência.
No final de 1971 fez sua primeira visita a Zâmbia e Tanzânia. Em seguida, passou a ter uma participação mais significativa na educação de Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe. E também influenciou as experiências de Angola e Moçambique.
Em 1980, depois de 16 anos de exílio, retornou ao Brasil, onde escreveu dois livros tidos como fundamentais em sua obra: "Pedagogia da Esperança" (1992) e "À Sombra desta Mangueira" (1995). Lecionou na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Em 1989, foi secretário de Educação no Município de São Paulo, sob a prefeitura de Luíza Erundina.
Doutor Honoris Causa por 27 universidades, Freire recebeu prêmios como: Educação para a Paz (das Nações Unidas, 1986) e Educador dos Continentes (da Organização dos Estados Americanos, 1992). Faleceu em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997.
https://pensador.uol.com.br/autor/paulo_freire/biografia/

domingo, 18 de setembro de 2016

Em 18 de Setembro nascia em Estocolmo Greta Garbo uma das mulheres mais marcantes do cinema.

    Em 18 de setembro de 1905 nasceu com o nome de 

Greta Lovisa Gustafsson a famosa Greta Garbo. 





Uma das mulheres mais marcantes do cinema nasceu em Estocolmo, Suécia, em 18 de setembro de 1905, com o nome de Greta Lovisa Gustafsson. Por nada no mundo se poderia imaginar que Greta se tornaria a musa de Hollywood nas décadas de 20 e 30. Ela pertencia a uma família humilde e, quando tinha apenas quatorze anos, seu pai faleceu, obrigando-a a trabalhar em uma barbearia. Porém, quando foi trabalhar como vendedora sua beleza foi notada, tendo sido convidada para ser modelo fotográfico.

- Em pouco tempo sua vida iria se modificar de forma inimaginável. Em 1921 aparecia como figurante em En Lyckoriddare. Atuaria em seguida em dois filmes publicitários e, em 26 de dezembro de 1922, estreava em Estocolmo no filme Pedro, O Vagabundo, dirigido por Erik A. Petschler, no qual tinha uma participação razoável. Mas foi descoberta para o mundo por Mauritz Stiller, um diretor finlandês radicado na Suécia, que a dirigiu em A Saga de Gosta Berling. Stiller também mudou o nome da jovem atriz de Gustafsson para Garbo. Quando Louis B. Mayer, o big boss da MGM, viajava pela Europa, viu o filme, contratou o diretor e, por exigência dele, também a sua jovem atriz.

- Em 1926 Garbo estreava nos Estados Unidos em Os Proscritos. Mas em 1927, contracenado com John Gilbert, seu futuro affair, em A Carne e o Diabo sua carreira decolou de vez. Seu salário subiu de seiscentos para cinco mil dólares por semana. Faria ainda no mesmo ano uma versão muda de Anna Karenina (Love) e em 1929 teve sua última participação no cinema mudo, em O Beijo.

- Com o advento do cinema sonoro várias carreiras foram destruídas e muitos acreditavam que Garbo não teria na voz uma força interpretativa. Entretanto Anna Christie não foi só seu primeiro filme falado, mas também sua primeira indicação ao Oscar de melhor atriz. Na verdade ela foi indicada no mesmo ano (1929-1930) também por Romance.

- Em 1935 filmaria em versão sonora Anna Karenina e, em 1937, seria indicada mais uma vez ao Oscar de atriz em A Dama das Camélias. Em 1939 com Ninotchka, uma comédia romântica, conseguiu sua quarta e última indicação ao Oscar. Em virtude do mau resultado do filme Duas Vezes Meu ela se retirou das telas e nunca mais retornou, nem mesmo para receber o Oscar especial que a Academia lhe concedeu em 1955. Viveu reclusa até 15 de março de 1990, quando morreu em Nova York. Uma frase de Churchill seria perfeita para Garbo: "Uma adivinhação embrulhada em mistério dentro de um enigma".

- Ficou em 38º lugar na lista das 100 maiores estrelas do cinema de todos os tempos, realizada pela revista britânica Empire.

- Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 6901 Hollywood Boulevard.
http://www.adorocinema.com/personalidades/personalidade-1205/biografia/

https://www.youtube.com/watch?v=Q-WNmOFCEds